Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Passagem de Ano 2017- 2018 <> Reveillon 20

Os melhores locais e dicas para ter uma passagem de Ano inesquecível!

Os melhores locais e dicas para ter uma passagem de Ano inesquecível!

Passagem de Ano 2017- 2018 <> Reveillon 20

26
Dez11

Conheça 7 lugares para celebrar o Ano Novo pelo menos uma vez na vida

adm

Passar o réveillon em outras latitudes pode ser um tanto decepcionante para quem espera uma festa com o calor brasileiro. Afinal, em poucos lugares do mundo a passagem do ano é celebrada tão intensamente como no País.

Se você está em busca de festas nas ruas até altas horas da manhã ou faz questão de pular as sete ondas junto a outros foliões vestidos de branco, é melhor deixar a viagem para uma época do ano diferente. Mas, se o que você quer é celebrar o Ano Novo de forma única e diferente, ao lado de turistas de todas as partes do mundo, algumas cidades se esforçam para fazer uma noite inesquecível.

Conheça algumas das cidades mais procuradas do planeta para se estar na hora da virada e comemore em grande estilo.

Nova York, Estados Unidos

Apesar do frio intenso do inverno nova-iorquino, cerca de um milhão de pessoas amontoam-se anualmente na Times Square para esperar a chegada de 2012. A contagem regressiva é marcada pela descida da enorme bola de 5,3 toneladas do alto do edifício número 1 da avenida, precisamente às 23h59. O globo leva 60 segundos para baixar e, na virada, há chuva de confetes e fogos de artifício. A festa continua ainda com shows musicais, neste anos, as atrações serão Lady Gaga e Justin Bieber. Vale aqui um lembrete: nem pense em estourar uma garrafa de espumante, pois a entrada de bebidas alcoólicas é proibida. 

Sydney, Austrália

Com uma diferença de 12 horas em relação ao horário oficial de Brasília, a capital australiana é a primeira das grandes cidades a celebrar o Ano Novo. E a comemoração é em grande estilo, comparável ao réveillon do Rio de Janeiro. O grande show pirotécnico acontece na baía de Sydney à meia-noite, com fogos de artifício sendo disparados de balsas, dos arranha-céus e da Harbour Bridge, um dos cartões-postais da cidade. O espetáculo tem duração de 12 minutos. Cerca de 1,5 milhões de pessoas são esperadas para a celebração, por isso, se quiser conseguir um bom lugar na Circular Quay, onde fica a Opera House, é bom chegar no início da manhã. Outra opção mais confortável é assistir a queima de fogos de um navio.

Edimburgo, Escócia

Para quem busca um réveillon animado, rico em tradições, Edimburgo não irá lhe decepcionar. Os escoceses sabem celebrar uma festa como poucos. Prova disto são as festividades de Ano Novo, lá chamado de Hogmanay, que duram quatro dias. As comemorações têm início no dia 30 de dezembro, com uma procissão de pessoas segurando tochas, guiadas por uma ala de homens vestidos de vikings. Na virada do ano, cerca de 80 mil pessoas participam de festas na rua, com bandas ao vivo, DJ’s e telões. À meia noite, há uma bela queima de fogos atrás do castelo de Edimburgo. O evento inclui ainda uma concorrida festa de dança celta e concerto à luz de velas. No dia 1º, há o tradicional mergulho no geladíssimo rio Forth para os corajosos, além de jogos e eventos culturais. Depois de muita badalação, só descansando no dia 2, feriado oficial no País. Mais informações:

Berlim, Alemanha

Apesar do frio abaixo de zero e da neve, Berlim celebra uma das mais animadas festas gratuitas de réveillon da Europa. Cerca de um milhão de foliões espremem-se nos 2,2 quilômetros da Avenida 17 de Junho que liga o Portão de Bradenburgo e a Coluna Victoria, dois ícones da capital alemã, para a festa. Além do belo espetáculo de fogos de artifício, a via se transforma em uma boate ao ar livre com palcos com bandas, shows de luzes, tendas com pistas de dança, e claro, muita bebida. Quem não quiser se misturar à multidão, não faltarão bares, discotecas, festas privadas e restaurantes para você brindar à meia-noite.

Paris, França 

Diferente das principais capitais do mundo, em Paris não há espetáculos com fogos de artifício, nem mesmo na avenida Champs Elysées, onde uma multidão se concentra para brindar a virada do ano, ou na Torre Eiffel, que ganha uma iluminação especial para marcar a contagem regressiva. As autoridades francesas proíbem os shows pirotécnicos e também a entrada de garrafas de vidro por motivos de segurança. Ainda assim, a Cidade Luz oferece centenas de opções para quem busca um réveillon, digamos assim, mais sofisticado. Restaurantes e bares oferecem ceias caprichadas, cabarés realizam grandes espetáculos e festas em clubes e bares glamurosos pipocam por toda capital francesa.

fonte:http://www.correiodoestado.com.br

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Política de Privacidade

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D