Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Passagem de Ano 2017- 2018 <> Reveillon 20

Os melhores locais e dicas para ter uma passagem de Ano inesquecível!

Os melhores locais e dicas para ter uma passagem de Ano inesquecível!

Passagem de Ano 2017- 2018 <> Reveillon 20

28
Dez11

Hotéis para todas as bolsas

adm

Com menos festas nas ruas, organizadas pelas câmaras municipais, e a crise a obrigar os portugueses a apertarem ‘os cordões à bolsa’ – as previsões apontam para uma quebra de 30 por cento na procura – as unidades hoteleiras do Algarve prepararam um conjunto de pacotes promocionais para atrair os turistas na Passagem de Ano. No geral, as descidas são assumidas, relativamente a outros anos, mas também há unidades esgotadas.

 

"No Real Marina, em Olhão, já não temos vagas. Em Albufeira, no Grande Real Santa Eulália, estamos a 70%", disse ontem ao CM Lourenço Ribeiro, responsável pelos hotéis Grande Real. Nesta última unidade, o pacote para o réveillon custa 295 euros. "Esperamos ainda aproximarmo-nos da ocupação do ano passado", acrescenta.

Nestas, como em outras unidades, as direcções optaram por juntar, no preço final, benefícios como o acesso aos SPA dos hotéis e mais refeições, para além do jantar de réveillon. Em alguns casos, o valor que antes era cobrado, apenas pelo jantar de passagem de ano, agora passou a incluir o quarto.

Pedro Lopes, do grupo Pestana, reconhece que as unidades "registam uma descida a rondar os 10%" em relação ao último réveillon. Nos três hotéis que o grupo mantém abertos nesta altura – Viking, em Armação de Pêra, Dom João II, no Alvor, e Palm Garden, no Carvoeiro – as propostas variam entre os 132 e os 249 euros. No Sheraton Algarve, em Albufeira, é esperado praticamente o mesmo número de clientes do ano passado. "Até ao momento, temos registado os níveis normais de procura para esta altura do ano", explicou Ana Pinto, porta-voz do resort.

DISCURSO DIRECTO

"ESTES PREÇOS ERAM SÓ PARA O JANTAR", Elidérico Viegas, Presidente da AHETA 

Correio da Manhã – Houve uma redução de preços nos hotéis?

Elidérico Viegas – É óbvio que houve. Face a uma menor procura, foi necessário reduzir os preços para atrair as pessoas.

– Os pacotes para a passagem de ano variam entre os 130 e os 300 euros. Não é o normal?

– São valores que, em outros anos, eram apenas para o jantar de réveillon. Agora incluem quarto e outros benefícios.

– Apesar da quebra na procura, o Algarve vai ter muita gente na noite de passagem de ano?

– Sim, temos quebras mas há zonas do País onde o cenário é pior. O Algarve continua a ser o destino por excelência dos portugueses que passam o Ano Novo fora de casa.

SHERATON PROMETE NOITE MEMORÁVEL

O Sheraton, em Albufeira, promete uma noite memorável no seu programa de gala. Cocktail de boas-vindas, jantar gourmet, música ao vivo, fogos-de-artifício e ‘after party’, por 265 euros. 

PROMOÇÕES SÓ COM ESTADIA MAIS LONGA

Pelo facto de o réveillon se celebrar num fim-de-semana, os visitantes tendem a ficar menos noites nos hotéis. Para combater esse fenómeno, diversas unidades optaram por apenas oferecer promoções a quem ficar duas ou mais noites. 

TURISMO RURAL COM OPÇÃO MAIS CALMA

Para fugir aos grandes centros turísticos, há diversas opções pela serra algarvia. É o caso do hotel rural Quinta dos Poetas, no concelho de Olhão, onde o réveillon, com alojamento, custa 125 €.

CRISE CORTA FESTAS EM ÉVORA E PORTALEGRE

Das três capitais de distrito do Alentejo, apenas Beja dá as boas--vindas ao novo ano com uma noite musical ao ar livre e gratuita, na Praça da República. ‘Boa Disposição’ é o mote para esta noite, que pretende reunir, uma vez mais, os bejenses no centro da cidade.

A diversão arranca cerca das 23h00 com o grupo Chave D’Ouro, seguido pelos ‘Sonido Andaluz’, que actuam até às 03h00 da madrugada do Ano Novo. O final da noite é animado pelo Dj Mikas. A Câmara de Beja estabeleceu parcerias com os restaurantes e bares para que seja possível a diversão pela noite dentro. Évora e Portalegre não têm passagens de ano públicas.

No litoral alentejano, a maior animação está programada para Tróia, onde os municípios de Setúbal e de Grândola se juntam, pela primeira vez, para assinalar, durante 36 horas, a passagem de ano. ‘Final de Ano Azul’ é a proposta das duas câmaras, que se associam ao Tróia Resort, com fogo-de-artifício, música, teatro e exposições nas margens do rio Sado, das 09h00 de sábado, 31 de Dezembro, às 21h00 de domingo, 1 de Janeiro.

COMÉRCIO PAGOU AUREA EM ALBUFEIRA

O concerto de Aurea em Albufeira só vai ser uma realidade porque os comerciantes locais angariaram 90 mil euros para garantir a festa. "É um investimento e não uma despesa", referiu João Rosado, da ACRAL.

CHAVE D'OURO E SONIDO ANDALUZ

Os Chave D’ Ouro, conhecidos pelo tema ‘Quem é o pai da criança’, são a atracção da passagem de ano em Beja. Começam a actuação pelas 23h00 e entram no ano 2012. Depois, avançam os Sonido Andaluz.

AUTARQUIAS COM MENOS VERBAS PARA O RÉVEILLON

Com menos dinheiro, grande parte das autarquias abdicou de realizar festa de réveillon na rua ou cortou no investimento. Mesmo assim, destaque para a presença de Paulo Gonzo, em Monte Gordo, no dia 30, e de Baby Lores, a 31, ou para o concerto com vários grupos e DJ em Faro. Muitos municípios mantêm o tradicional fogo-de-artifício, mas com menos duração do que em outros anos.

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt


Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Política de Privacidade

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D